Após bater a meta do ano e vender mais de 3 milhões de carros eletrificados (elétricos e híbridos plug-in), a BYD também comemora um importante marco no 4º trimestre de 2023. A montadora chinesa emplacou 526.409 carros elétricos a bateria, batendo seu recorde trimestral e superando a norte-americana Tesla pela primeira vez na história. 

Segundo o relatório publicado nesta semana, a Tesla também atingiu seu melhor trimestre histórico vendendo um total de 484.507 carros elétricos a bateria no quarto trimestre de 2023. No entanto, foi superada pela chinesa que conseguiu avançar ainda mais com os modelos totalmente elétricos.

Galeria: Avaliação - BYD Dolphin Plus (BR)

E como foi dito no início, ambas as montadoras bateram seus recordes anuais de vendas, a BYD ultrapassando a barreira dos 3.000.000 de unidades (vendas combinadas de carros elétricos e híbridos plug-in) e a Tesla superando a marca de 1.800.000 de carros elétricos vendidos em 2023.

Mas falando exclusivamente dos carros elétricos a bateria, a BYD levou vantagem por ter uma linha mais ampla, abrangendo vários segmentos de mercado, desde compactos como o BYD Dolphin Mini (Seagull) a SUVs grandes como o BYD Tan. Uma ofensiva que promete ganhar peso com o lançamento de modelos como o Yuan Up, um SUV compacto posicionado entre o Dolphin e o Yuan Plus, e modelos mais sofisticados como o BYD Song L, um SUV cupê com porte de Seal. 

Galeria: BYD Seal - Interlagos

Por outro lado, a Tesla depende basicamente de dois modelos, o Model 3 e o Model Y, que respondem pela maioria esmagadora das vendas da marca. Aqui, a carta na manga é o futuro carro elétrico de entrada com preço alvo na faixa de US$ 25.000, mas ele não pode atrasar muito, pois é fundamental para a expansão da montadora de Elon Musk.

Segundo a Reuters, a BYD ficou tão satisfeita com o primeiro lugar que irá distribuir uma recompensa aos revendedores chineses, de acordo com informações de fontes ligadas à empresa.

BYD Yuan Plus - concessionária Daruj SP (8)

A montadora vai repassar 2 bilhões de yuans (US$ 280 milhões), o valor exato de 666 iuans (R$ 458) por carro, aos concessionários por terem atingido suas metas de vendas em 2023. O número 666 é considerado um símbolo positivo na China, já que o número soa como a palavra para "legal" ou "incrível".

Fonte:Reuters,CarNewsChina