Componente fundamental do carro elétrico, a bateria é foco de diversas iniciativas para reduzir seu custo, impactando diretamente no preço final dos veículos elétricos. Nesse sentido, uma das opções mais interessantes são as baterias de sódio, que têm se destacado pelo rápido avanço e promessa de produção em massa dentro de pouco tempo. 

Maior fabricante mundial de veículos eletrificados, a BYD começou a construir sua primeira fábrica de baterias de íons de sódio em Xuzhou, na China. O investimento no projeto é de 10 bilhões de yuans (US$ 1,4 bilhão) e a capacidade de produção anual planejada é de 30 GWh, o que tornará a unidade uma das maiores do mundo.

sodium-start

O projeto da fábrica está sendo executado pela Findreams Battery, a subsidiária da BYD responsável pelas baterias. Como foi relatado, a empresa assinou um acordo com a gigante de triciclos Huaihai Group para construir a fábrica de baterias de sódio. As empresas anunciaram que tornariam Xuzhou o centro de produção de baterias para micro veículos e scooters, já que esses veículos terão o melhor uso de pacotes de íons de sódio. 

Já faz um tempo que há fortes rumores de que o BYD Dolphin Mini (Seagull na China) seria o primeiro carro elétrico da marca equipado com as baterias de sódio, embora ainda não haja um cronograma oficial anunciado pela BYD.

JAC bateria de sódio (4)

Mas a corrida pelas baterias de íons de sódio não está restrita à BYD. Várias empresas trabalham para desenvolver e escalar a produção desse tipo de acumulador. Há poucos dias, o primeiro carro elétrico com produção em série equipado com bateria de sódio saiu da linha de montagem na China: um modelo JAC Yiwei usando um pacote de sódio da HiNa Battery que terá início de entregas neste mês. 

De modo geral, as baterias de "sal" são mais baratas de produzir, dispensando o uso de outros metais preciosos, como cobalto ou níquel. No entanto, eles têm uma densidade de energia menor, sendo destinados ao uso principalmente em scooters, carros compactos ou armazenamento estacionário.

Prós:

  • Geralmente mais seguro do que as baterias de lítio
  • Melhor desempenho em temperaturas baixas
  • Taxa de descarga mais lenta
  • Mais barato de produzir
  • Melhor para o meio ambiente

Contras:

  • Taxa de carga mais lenta
  • Tensão mais baixa
  • Densidade de energia mais baixa que a LFP

Fonte:CarNewsChina